Pesquisar este blog

Postagem 103: Horizonte

quinta-feira, 15 de setembro de 2011 1 comentários
"Algum lugar bonito pra viver em paz..."


Sentado na praia, olho pelo horizonte. Aquela tênue e inalcançável linha, que divide o azul do oceano com o laranja do pôr-do-sol. Imagino o que há para além daquela linha, que outras pessoas estão olhando para ele e pesando o mesmo que eu.

Postagem 101: Tempo

quarta-feira, 14 de setembro de 2011 0 comentários
Somos todos reféns do tempo.


Vítimas de uma força incontrolável e inexorável. Temos que aprender a conviver com o tempo que temos dispinível e colocar nossos deveres e lazeres bem estruturados ao longo dele, tarega cada vez mais difícil, com os afazeres aumentando e o tempo continuando o mesmo.

Postagem 100: Pessimismo

terça-feira, 13 de setembro de 2011 1 comentários
"Me chamem de pessimista, mas..."


É da natureza do ser humano o pessimismo. Sempre esperando o pior, que nada dê certo e de tudo dar errado. Mas quer saber, acho que quem é pessimista vive uma vida melhor, pois sempre se surpreende com as alegrias da vida.

Postagem 99: Lendas

segunda-feira, 12 de setembro de 2011 1 comentários
O que faz com que algo ou alguém se torne uma lenda?


Ser excepcional, ter matado 50 javalis com os dentes, voado nas costas de um dragão em chamas? Acho que não. Se torna uma lenda quem faz por merecer e faz isso todo dia: médicos, bombeiros, policiais, profissões que salvam vidas. Essas pessoas que merecem a alcunha de lendas.

Postagem 98: Ensinamento 1

terça-feira, 16 de agosto de 2011 7 comentários
Vou te ensinar uma coisa sobre o amor...


...para você. Claro que há exceções para o que eu vou dizer, mas são exceções, não a regra. O amor, apesar do que dizem, não vence tudo. Ele nem mesmo costuma durar. No final as aspirações românticas da nossa juventude, são reduzidas ao que pode dar certo.

Postagem 97: #LingerieDay

quinta-feira, 28 de julho de 2011 8 comentários
Tem propósito?


O #lingerieday, ou vulgarmente falando, o dia da lingerie, da roupa de baixo, das vestes íntimas, da carçola e do sutiãn. Tal dia foi criado unicamente para que moçoilas, de corpo esguio e magro de preferência, se mostrem em fotos sensuais, sem precisar apelar para a nudez explicita. 
Eu sou homem, isso é legal, é belo, meu lado macho de ser urra. Mas me viro para o lado racional do meu ser e te pergunto: PRA QUÊ?
Existe algum motivo concreto para se mostrar uma lingerie na internet a não ser para "fazer parte de um evento" ou "para causar" ou "para ganhar seguidores e me autopromover?" Acho que não.
Tal data, dita como "algo para promover a beleza do corpo da mulher" é a que defende que se as mulheres arranquem a roupa e mostrem o que se tem por baixo delas, mas é a mesma que excluí o restante das que não tem o corpo dito como aceitável na sociedade atual. Ou seja: "gordas, feias e estranhas, façam um favor e não participem de tal data. Deixe apenas para as que realmente podem." Mas o que ninguém se lembra é que no passado, mulheres gordinhas que eram as gostosas e as magras, as barangas. 
Outra: você não gostaria nem um pouco que sua namorada ou irmã participasse da data e ainda por cima a xingaria de "puta" caso ela fizesse isso. Olha aí outro lado que ninguém para pra pensar.
A sociedade cada vez mais objetifica a mulher e essa, que luta por seus direitos, é também aquela que cada vez mais aceita sua objetificação e ainda por cima acha incorreto quem pensa o contrário.
E caro amigos punheteiros: punheta não é tudo na vida. Pode parecer agora, mas uma mão melada não é lá essas coisas. Saia do Twitter e vá fazer algo melhor.

Postagem 96: Cansado

terça-feira, 14 de junho de 2011 1 comentários
Sinto me cansado.


Mas não cansado de acordar cedo. Não de correr para alcançar um ônibus que está partindo agora.
Estou cansado de ficar quieto quando deveria falar, de me omitir quando quero me expressar, de me declarar para quem eu realmente gosto, mas a falta de coragem me atrapalha.
Sinto me cansado de tudo. E de quase todos que me cercam. Tenho vontade de mudar, de me mudar, de sair desse país, de partir em busca de desafios e vontades.
Estou no alto do meus dezenove anos e me sinto um velho sem vontade de buscar algo diferente. Quero algo que me instigue, algo que me anime, que me confronte e que me deixe feliz por viver.
Mas sinto me cansado.

Postagem 95: Eu amo

quarta-feira, 1 de junho de 2011 0 comentários
...


Eu amo quando você sente frio, mesmo que faça 22 graus lá fora. Amo que você leve uma hora e meia para pedir um sanduíche. Amo essa sua ruguinha na testa quando você olha pra mim como se eu fosse doido. Eu amo sentir o seu perfume nas minhas roupas depois de passar o dia com você. E eu amo que você seja a última pessoa com quero falar antes de dormir. E não é porque estou solitário, nem porque é Réveillon. Vim aqui esta noite porque, quando você percebe que quer passar o resto da sua vida com alguém, você quer que o resto da sua vida comece o mais cedo possível.
 

© 2010 (500) PostsBlogger Template by dzignine